(16) 3211-2828 Fale Conosco

Live do Colégio Santa Úrsula discute importância das Olimpíadas para o ensino da Matemática

Convidados para participar da atividade, transmitida pelo Google Meet, profissionais que trabalham pelo desenvolvimento do ensino falaram com alunos do Ensino Fundamental Anos Finais e Ensino Médio

 

          Uma Live promovida pelo Colégio Santa Úrsula, transmitida pela plataforma Google Meet, reuniu vários profissionais em um debate, para alunos do Ensino Fundamental Anos Finais e Ensino Médio, sobre o tema “Olimpíadas de Matemática: a importância delas para o desenvolvimento da Matemática”. Participaram da atividade Tomas Edson Barros, do Departamento de Matemática da UFSCar (Universidade Federal de São Carlos-SP); Lucas Nyari, do Sistema Poliedro; Rodrigo André Barbosa, professor de Matemática do Ensino Médio do Colégio Santa Úrsula; e Fernando Lomas, coordenador Pedagógico da escola.
          Os profissionais destacaram a importância das disputas que acontecem em diversas áreas do conhecimento, como a Olimpíada Brasileira de Química, a Olimpíada Nacional de História do Brasil, a Olimpíada Nacional de Ciências, a OBA (Olimpíada Brasileira de Astronomia), a OBMEP (Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas), que a partir de 2017 também acontece nas particulares, a Olimpíada Canguru de Matemática e a Olimpíada de Matemática do Sistema Poliedro.

 

Continuidade dos estudos

          Barros lembrou que os que se destacam na OBMEP ingressam em vários projetos acadêmicos, como o PIC (Programa de Iniciação Científica Júnior) e o PICME (Programa de Iniciação Científica e Mestrado). “Estimulamos e promovemos o estudo da Matemática, identificando jovens talentos e incentivando-os que continuem seus estudos e cheguem à universidade”, afirmou.
          Nyari disse que a Olimpíada Poliedro também visa, inicialmente, ser uma etapa de preparação para os demais. “Esquentamos os motores. Somos uma porta de entrada para que os alunos conheçam o universo olímpico, já que nosso evento é um dos primeiros do ano”, contou.
          Lomas destacou o desempenho do Colégio Santa Úrsula. “A cada ano, aumentamos o número de participantes nas principais Olimpíadas do conhecimento. E estamos colhendo os resultados, conquistando mais medalhas e, sobretudo, vemos que nossos alunos se sentem estimulados a performarem melhor a cada ano”, salientou. A Live aconteceu no dia 2 de junho.
          Para Barbosa, as Olimpíadas estimulam a curiosidade, despertam o espírito científico, o prazer pela descoberta do conhecimento e, principalmente, incentivam os estudantes a se autodesafiarem. Isso contribui para que se sintam cada vez mais confiantes. “Independente dos resultados, eles sentem que podem se superar e que as Olimpíadas são, na verdade, uma oportunidade para testarem a si mesmos e seus conhecimentos”, comentou.

Confira algumas fotos:

Ops... Preencha corretamente o formulário.
Obrigado! Seu contato foi encaminhado com sucesso.