Coral cênico do Colégio Santa Úrsula apresenta musical "Hairspray"

Coral cênico do Colégio Santa Úrsula apresenta musical “Hairspray”

 

Espetáculo é uma livre adaptação do musical da Broadway que fala da  superação do preconceito e sobre ter coragem para realizar um sonho

 

            O Coral Harmoniarte, do Colégio Santa Úrsula, de Ribeirão Preto (SP), formado por alunos do Ensino Fundamental 2, apresentou, na última segunda-feira (26/11), o espetáculo “Hairspray”. A peça é uma livre adaptação do musical da Broadway que conta a história de uma jovem, Tracy Turnblad, apaixonada pela dança, que tem o sonho de toda adolescente da época, o de participar do “The Corny Collins Show”, o programa mais famoso da TV. Ao fazer um teste ela impressiona os juízes e, assim, conquista seu sonho. Mas Tracy se transforma quando se depara com o preconceito racial e decide usar sua fama para promover a integração entre as pessoas.

            O aluno João Pedro de Moraes interpretou a personagem Edna Turnblad, mãe de Tracy Turnblad. Ele disse que gostou muito de atuar por ser uma interpretação bem humorada. “Foi uma experiência nova para mim. Fazer o papel de uma mulher foi muito engraçado. Identifiquei-me com ela, justamente, por ser animada. Todos os meus amigos queriam que eu fizesse este personagem”, contou o estudante.

            Ana Luíza Canil de Almeida disse que ficou muito feliz por participar do coral e ter a oportunidade de mostrar um pouco de todo trabalho realizado durante o ano inteiro. “Eu gosto de cantar, de dançar, de me expressar. Foi muito legal participar com todos os meus amigos. Essa história é muito especial, pois mostra que não podemos ter preconceito e que as pessoas podem fazer o que sonham, principalmente, se elas tiverem talento”, afirmou a aluna.

 

Temas importantes

            As professoras Erika Silva e Isabela Consenza estão à frente deste projeto na escola. “Este é o 4º ano de apresentações. A história do musical nos remeteu às temáticas debatidas na Semana de Movimento pela Vida deste ano, que abordou assuntos como preconceito e bullying”, falou Erika Silva.

            “No coral cênico os alunos cantam, dançam e interpretam. É um trabalho importante, por aliar música e movimento. Os estudantes aprendem mais sobre ritmo e postura de palco”, explicou Isabela Consenza. Ela agradeceu a presença de dois músicos convidados, os também professores Bruno Diniz e Priscila Contim.

 

Socialização

            Fabiana Minikowski, mãe da Maria Júlia, incentiva a filha a participar do Coral Harmoniarte, pois acredita que este projeto, além de valorizar a arte, ajuda na socialização. “São adolescentes de várias idades que convivem e isso é muito importante. A atividade também contribui para que elas desenvolvam a expressão corporal, o que é fundamental na formação humana”, ressaltou. Estela Garcia, mãe da Giovanna, falou que a filha está desde o começo do coral. “Ela nunca falta, fica esperando o dia para participar. E quando chega este período de apresentações ela fica empolgadíssima, adora tudo isso”, disse.

            Irmã Helenice de Souza, diretora do Colégio Santa Úrsula, esteve presente na apresentação de segunda-feira e levou as irmãs da comunidade religiosa das Ursulinas para assistirem o espetáculo. “Fiquei muito feliz em ver nossos alunos empenhados em oferecer o seu melhor, cada um com suas características, com seus jeitos fizeram a apresentação ser maravilhosa”, falou, parabenizando todos pelo musical.



ÁREA RESTRITA
PAIS, ALUNOS E PROFESSORES

TOPO