(16) 3211-2828 Fale Conosco

Colégio Santa Úrsula realiza palestra para pais de alunos sobre “Drogas e Cigarros Eletrônicos”

Tema também foi debatido, em sala de aula, pelos alunos do 9º ano e Ensino Médio

“Drogas e Cigarros Eletrônicos” foi o tema escolhido para ser debatido, em junho, nas salas de aulas do 9º ano e do Ensino Médio. Foi também assunto de uma palestra especial, destinada aos pais dessas turmas, ministrada por Caio Henrique P. Rodrigues, pesquisador, doutorando e mestre em Ciências pela FFCLRP-USP (Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Ribeirão Preto, Campus da Universidade de São Paulo).

 

Para o coordenador Pedagógico, Fernando Lomas, este encontro entre pais foi uma oportunidade importante para o compartilhamento de informações que favoreça a construção de estratégias que valorizem o diálogo e que incentivem o debate e o aprofundamento deste assunto com os filhos em família.

 

O professor de Biologia Bruno Vieira, que faz parte da Equipe de Coordenação do Colégio Santa Úrsula, destacou a importância deste tema para esclarecer sobre os riscos e as armadilhas do cigarro eletrônico que, perigosamente, tem atraído os jovens.

 

“É importante todos saberem que, desde 2009, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) proibiu a importação, a comercialização e a propaganda dos dispositivos eletrônicos para fumar”, disse.

 

O pesquisador Caio Rodrigues afirmou que os Dispositivos Eletrônicos para Fumar (DEFs) não são seguros e possuem substâncias tóxicas, além da nicotina. Há evidências científicas que demonstraram que o cigarro eletrônico é, na verdade, a porta de entrada para o tabagismo e outras drogas.

 

Informação e diálogo

 

“Com estes dispositivos, as pessoas perdem o controle da quantidade de nicotina que estão inalando e elas não sabem quais substâncias estão adquirindo e ingerindo. O uso pode gerar riscos à saúde, como doenças respiratórias e cardiovasculares, dermatite e câncer, entre outras complicações, a depender, inclusive, de como essas substâncias inaladas serão metabolizadas por cada organismo”, explicou.

 

Professora da FFCLRP-USP, Aline Thais Bruni ressaltou a importância dos pais se informarem sobre tabagismo e novas drogas e manterem o diálogo aberto com seus filhos. Para ela, é preciso entender quais informações o adolescente ou até mesmo as crianças estão consumindo sobre este assunto, já que muitas vezes os pais se surpreendem aos descobrirem que este conhecimento já faz parte do cotidiano de seu filho.

 

Ela salientou que há muita glamourização nas mídias em geral, promovida, principalmente, por influenciadores digitais, filmes e séries em plataformas de streaming voltadas para o público jovem para, justamente, atrair esses consumidores.

 

O professor Bruno Vieira lembrou que o Colégio Santa Úrsula acredita que a ciência, o conhecimento e a informação sejam aliados neste processo de formação e conscientização de nossos adolescentes e jovens.

 

“Ressaltamos a importância deste tema, trabalhado em sala de aula. Por isso, acreditamos que foi uma ótima oportunidade para que o debate seja estendido e realizado também pelas famílias em casa”, contou.

Ops... Preencha corretamente o formulário.
Obrigado! Seu contato foi encaminhado com sucesso.